Dicas para memorização!

 

A rotina de estudos para alunos do ensino médio, graduação e concurseiros é composta por incontáveis conteúdos e de diferentes áreas do conhecimento. É um grande desafio assimilar tudo e em alguns tópicos específicos, a memorização se faz necessária. Afinal, decorar também é uma forma de aprendizado (vide tabuada, tempos verbais, tabela periódica). Acompanhe na postagem algumas dicas para memorização!

1. Criação de resumos

 

Para estudar um tópico ou matéria muito extensa, nada melhor que começar pela criação de resumos. Essa técnica segue um princípio da neurociência: a simplificação. Nosso córtex pré-frontal (responsável pela criação da memória de trabalho) não é capaz de carregar uma grande quantidade de conteúdo ao mesmo tempo. A simplificação da informação torna mais fácil a assimilação e portanto sua memorização.

 

2. Agrupamento de informações

 

Assim como a simplificação, o uso de agrupamento facilita para nosso cérebro a transformação de informação em memória. Colocar as informações em tópicos ou listas, melhora a organização do conteúdo e ajuda também a simplificar o processo de aprendizagem. Dessa maneira fica mais fácil analisar a quantidade e quais são as matérias a serem estudadas.

 

3. Mapas mentais

 

Precisa memorizar uma grande quantidade de informações e não sabe por onde começar ou como organizá-las? Experimente desenhar um mapa mental, é bem simples! Em uma folha sem pautas e na horizontal, você irá escrever palavras-chave, imagens e símbolos do assunto a ser estudado. A estrutura deve partir do centro, com a informação principal sendo o núcleo do mapa, que se ramifica em tópicos e sub-tópicos em tamanhos menores. Esse conjunto de elementos apresentará o conteúdo de maneira mais simplificada e organizada.    

 

4. Criar frases, histórias, músicas

 

Essas técnicas são bastante utilizadas para memorização de fórmulas de matemática e física, elementos da tabela periódica, ou para termos de biologia (que contém nomes pouco usuais). É fácil encontrar frases e músicas na internet, principalmente quando o conteúdo é sobre assuntos que caem em vestibular e concursos. Se você está com dificuldade em um ponto muito específico, com terminologias difíceis, vale a pena tentar esse método!

 

5. Gravação de conteúdo

 

A leitura em voz alta de um determinado conteúdo pode facilitar na fixação do mesmo. Mais eficaz que essa técnica é a utilização de uma gravação feita pelo próprio aluno. Muitos estudos apontam que a repetição auditiva permanece por mais tempo na memória que a visual. Além disso, ao ouvir sua própria voz falando sobre o assunto, o aluno sente mais confiança sobre o conteúdo estudado!

 

Please reload

Postagens Recentes

O papel dos pais na educação infantil!

16/08/2018

Volta às aulas no segundo semestre!

31/07/2018

5 aplicativos para turbinar seus estudos do ENEM!

23/07/2018

1/1
Please reload

Tags

Please reload

© 2018  Academia da Mente | Aulas Particulares - Todos os direitos reservados